Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Radiohead

por PAS, em 29.09.09

"We're not scaremongering, this is really happening"

 



quando confrontadas, a maior parte das pessoas, reconhece o universo Radiohead como somente uma realidade alternativa, aquele tipo de grunge do inicio da década de 90, de cariz depressivo, mas a música de Thom Yorke e companhia é muito mais que um mero aglomerado de notas dramáticas numa pauta de dor, é poesia. por exemplo Let Down, de Ok Computer, é uma música brilhante, que, no devido contexto artístico, faz lembrar as odes de Cesário Verde. obviamente que não se pode dissociar a música de Radiohead de uma certa componente depressiva, isso seria ignorar alguns dos melhores sons da década de 90, Creep, ou simplesmente Exit Music, escrita propositadamente para a banda sonora de Romeo + Juliet de Baz Luhrmann:

Wake... from your sleep
The drying of your tears
Today... we escape
We escape.


há no entanto todo um mundo fantástico em algumas das letras e músicas da banda de Thom, que relegam as tags de banda depressiva e manifestam todo o poder criativo de uma das mentes mais brilhantes da música das últimas duas décadas, é incontornável ouvir Talk Show Host e não sentir uma sedução a insinuar-se na mente como que a sugerir uma frame de uma cena cinematográfica, de um qualquer filme de gangsters. ou de uma forma mais utópica, a comprovar esta premissa, basta ouvir alguns trechos de Airbag: "In an interstellar burst/i'm back to save the universe", e da fabulosa Pyramid Song.

I jumped in the river and what did I see?
Black-eyed angels swam with me
A moon full of stars and astral cars
All the things I used to see
All my lovers were there with me
All my past and futures
And we all went to heaven in a little row boat
There was nothing to fear and nothing to doubt


no meu universo, que gosto de considerar por vezes pluriverso, são poucos os momentos que considero incondicionais, como experiências a que qualquer ser consciente se deve prestar para compreender o verdadeiro significado do acto de viver, ou sobreviver. qual impressão digital na alma, a música da banda inglesa revela-se como uma ponte entre a condição física e mental, um estado de nirvana só possível pela profundidade dos acordes aliados à voz única de Thom Yorke. só assim concebo Radiohead


www.myspace.com/radiohead

PAS

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De AR a 30.09.2009 às 23:59

Essa Pyramid Song...eu bem sei que dói...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D